Kenguelekezé conduz estudo CRG para acesso aos serviços da tuberculose.

Contratada pelo MISAU, através do Programa Nacional de Controlo da Tuberculose – PNCT, em parceria com CCS – Centro de Colaboração em Saúde e a Stop TB Partnership e o Fundo Global, a Kenguelekezé conduziu, entre Abril e Junho de 2020, um estudo sobre o impacto do ambiente legal e relações de género no acesso aos serviços de Saúde e de TB entre PVHIV, MTS, PIDS e mineiro na Província de Gaza e Maputo.

O objectivo de exercício era de identificar barreiras e desafios relacionados com os Direitos Humanos e Género que limitam estes grupos populacionais  vulneráveis a TB na  procura, no acesso e provisão de serviços de TB. O relatório final foi entregue ao PNCT  e Parceiros de Cooperação. Importa referir que a actividade teve orientação e validação técnica do Comité Director do estudo, composto pelo PNCT, CCS, AMIMO e consultores da Kenguelekezé. Igualmente o relatório foi comentado pela STOP TB Partnership, pelo Fundo Global e organizações representantes da PVHIV (Hixikanwe), MTS (Ungagodoli), PIDS (Unidos) e Mineiro (AMIMO).

Deixe um comentário